08/08/15

Amor em quatro patas


Eu não tenho nenhum animal de estimação, mas tenho de admitir que deve ser das sensações mais recompensantes que há. Passei dois dias a brincar com o cão da minha madrinha e é de rir à gargalhada. É o cãozinho mais beijoqueiro e sociável de sempre. Eu sei, em dois dias se calhar não deu para ver as asneiras que ele costuma fazer, os sapatos roídos, a casa virada de pantanas, as coisas partidas. Nem a responsabilidade e despesa que é necessária para ter um cão. Mas acima de tudo o amor destes meninos é do mais genuíno e puro que existe. Seja qual for o nosso estado de espírito, eles estão sempre prontos para nos receber com um latido de alegria e um vigoroso agitar de cauda. 

Por isso não entendo como é que há gente que os abandona. 

4 comentários:

  1. Já tive um cão e uma cadela, em alturas diferentes da minha vida, e sem dúvida que é algo incrível. Tens ali um amigo para a vida. Para quem não gosta de animais, talvez seja difícil compreender, mas criam-se laços; uma ligação que é única.
    Quero muito voltar a ter um cão*

    ResponderEliminar
  2. Ora essa. Eu é que agradeço :')
    Fico contente por acompanhares o meu blog e por receber esse feedback tão bom. Digo exatamente o mesmo do teu espaço. É extremamente acolhedor e é Lisboeta....
    Vou contar-te um segredo... Grande maioria das pessoas tem o sonho Americado mas eu tenho o sonho Lisboeta. Embora só tenha ido a Lisboa uma única vez, com 12 anos, sinto que é uma cidade que me pertence e que será minha assim que consiga estabilizar-me monetariamente. Ambiciono mudar de rumo e ir para uma cidade grande :D

    Eu tenho uma cadela e três gatinhos siameses. Sinceramente não sei como seria viver sem eles! É uma ligação extremamente forte e única. Não dá mesmo para descrever!!

    NEW POST | All About What You Want
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  3. Nunca tive cães mas sempre tive gatinhas e sinceramente já nem me imagino a viver sem estes seres. São meigos e uma verdadeira companhia

    ResponderEliminar
  4. Gostámos de conhecer o teu blogue!
    E é mesmo! Não compreendemos como é que há pessoas capazes de fazer mal a seres tão amorosos...

    - Ela e Ele, do blogue de casal.
    Blogue | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar

Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo